Estação Alegria

Busca interna


Novidades

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail.

 

Empresa credenciada EMBRATUR - SP-10-04-237-854/0001-47

Conheça Mogi das Cruzes

Você está em Roteiros Históricos/Culturais :: voltar para a página inicial.

O roteiro será elaborado a partir dos locais a serem definidos de acordo com os interesses do colégio, tempo para realização e disponibilidade de agenda dos locais.

Patrimônio Histórico e Cultural

Convento do Carmo: Tombada pelo Patrimônio Histórico, a construção barroca é datada de três de março de 1629. As terras foram doadas por José Preto e sua esposa, filha de Gaspar Vaz, pelo então vigário de Mogi, Padre Gaspar Sanches e pela Câmara. As doações datam de 1627 e 1628 sendo as terras chamadas de Nossa Senhora do Carmo. O local, juntamente com a Igreja do Carmo, é parte integrante do principal complexo histórico de Mogi das Cruzes.

Igreja do Carmo: Ordem 1º e 3º do Carmo. A mais nova delas é a da Ordem 3º. Dizem ter sido erguida sobre um jazido, vinte anos antes do século que nos deve a Independência. A igreja maior, da Ordem 1º, segundo Frei Thimóteo Van Den Broek, data do século XVII.

Igreja Matriz Catedral Sant'Anna: Construída pelos escravos. Era feita de taipa de pilão. Há referências de que já em 1580, funcionava como igreja. Em 1952 começou a cair. A nova igreja foi iniciada no dia 25 de julho de 1952.

Igreja de São Benedito: Construída com cerâmica portuguesa e paralelepípedos na calçada, a construção, cuja data da fundação é incerta - entre os anos de 1747 e 1869 - já possuiu outro nome. O nome de São Benedito foi dado em 1879 com a introdução da imagem de São Benedito pois antes era chamada Igreja do Bom Jesus do Matozinho.

Pontos Turísticos

Parque Municipal Francisco Afonso de Mello: Objetiva o desenvolvimento de programas de pesquisa, ensino e treinamento em manejo de Florestas Tropicais e trilhas pela mata. Sua área é de 3,5 milhões de metros quadrados está localizada na Serra do Itapeti.

Pico do Urubu: Ponto mais alto da cidade com magnífica visão das cidades do Alto-Tietê, do Vale do Paraíba, de São Paulo (em dias de céu limpo, é possível avistar o aeroporto Internacional de Guarulhos e até o Pico do Jaraguá) e da Serra do Mar.

Casarão do Chá: Datado de 1942, o casarão destaca-se como uma construção tipicamente japonesa: toda em madeira com paredes em taipa de bambu e sem pregos. Fica na Estrada Secundária, km3, no Bairro Cocuera.

Museu Histórico e Pedagógico Visconde de Mauá: O antigo Museu Mogiano, datado de 1930, atualmente abriga os museus de Arte Sacra e Visconde de Mauá.

Teatro Municipal Paschoal Carlos Magno: A construção em estilo colonial é datada de 1902

Outras opções:

Prédios Públicos: Prefeitura Municipal, Câmara dos Vereadores, Corpo de bombeiros.

Prédios Privados: Campus da UBC, Campus da UMC, Mogi Shopping Center (opção para lanche).

Zona Rural: Visita a Fazenda da Roça; localizada no bairro do Cocuera, Zona Rural de Mogi das Cruzes, a visita consiste em: Visita à Plantação, Produção de Sementes, Estufas, Seleção, Embalagem, Degustação e Feirinha.

Período Integral – Alimentação opcional

Educação infantil – Ensino fundamental – Ensino médio

© 2006, Estação Alegria. Todos os direitos reservados.